Café! Quase tudo sobre ele e onde beber uma “chávena” perfeita em Lisboa.

Descubra aqui tudo sobre as peculiaridades e curiosidades do café ao redor do mundo e onde encontrar esse “elixir dos Deuses” em Lisboa ( Pelo menos para nós duas desse blog)!

Às vezes, quase sempre na verdade, acredito que os 70% de água que eram supostos existirem e constituírem meu corpo, são na verdade (ou parte dele) puro café e não água. E claro, como blogueiras e depois desta declaração, jamais poderíamos deixar de produzir um conteúdo com esse tema.

Eu, particularmente, não sei qual a sua relação e opinião sobre essa bebida mágica, talvez haja comentários de alguns leitores, do tipo: “Eu não gosto, porque me dá azia”, “…meu coração dispara, quando bebo”, ou sei lá mais quantas opiniões, não tão favoráveis ao nosso queridinho e indispensável elixir da vida. 

Mas, sinto muito: nós definitivamente somos adeptas e funcionamos a base de café, falou que tem coffe estamos dentro.

Ouso até a dizer que poderíamos ser “sommeliers” desta bebida em um universo paralelo, considerando o nosso gosto e apreço pela bebida, portanto, pode esperar um loooongo conteúdo.

Mas, prometo não me ater a assuntos “boring” na esperança, de quem sabe no final deste post, você mude de opinião e faça parte do clube dos bebedores?! 

Se você caiu de paraquedas nesse post lindo, mas longo e quer ir direto ao assunto de seu interesse, sem ler todo o conteúdo, confira aqui os tópicos e enjoy!

Sem mais delongas, vamos ao que interessa. Já posso sentir o cheirinho e o sabor do meu cafézão a moda mineira, enquanto escrevo…

image 100304543 14426710

O café

História

Uma bebida de paladar mundial e ingrediente presente nas mais variadas receitas dentro da gastronomia, o café em sua forma torrada e moída é um dos alimentos com mais representatividade dentro dos lares, independente de país ou cultura. 

Toda essa aderência e particularidade do café não é aleatória. Tratando da história do café é possível encontrar registros os quais, descrevem a primeira referência alusiva ao fruto café no ano de 545, registrada nos manuscritos do Iêmen através da Lenda de Kaldi, pensando atualmente, estamos falando e bebendo uma bebida milenar meus caros! O sucesso e a variedade de inclusão em diversos pratos e coquetéis são justificáveis, assim como a história.

Para falar sobre a história do café é preciso considerar as mudanças no decorrer do tempo, surgimento de teorias e falácias de gerações, entretanto, no caso da história do café a lenda de Kaldi sobressai. A lenda refere-se a um pastor de cabras da Etiópia, que observou em um dia aleatório na sua rotina, o efeito que as folhas e os frutos de um certo arbusto vulgo café, produzia em seu rebanho. Os efeitos observados pelo pastor foram que ao ingerir os frutos, os animais tornavam-se mais ágeis e resistentes. A curiosidade como sempre, foi a ação necessária para o pastor experimentar o fruto e comprovar tais efeitos do fruto. E como tudo na vida, uma grande descoberta sempre ganha espaço na sociedade e a partir deste ponto da história, o café começou a ser consumido primeiramente na forma macerada, para hoje, difundido em diversas culturas e consumido na mais diversa gama de produtos, alimentos e bebidas. 

Cafe pelo mundo bons ventos me levam

Em uma maneira poética, a autora Ana Luiza Martins descreveu o começo da história do café em seu livro História do café sob o subtítulo “propagação inicial”, o seguinte parágrafo:

“A fruta vermelha que nasce da flor branca e perfumada do pé de café tem sua origem geográfica nas terras quentes a nordeste da África, em tempos muito remotos. Ali nascia o verdadeiro café selvagem, em meio à mata, no centro da também lendária região de Kafa, no interior da Etiópia, país de clima árido-tropical, onde hoje se localiza a cidade de Bonga. Até o presente, o arbusto do café é parte daquela vegetação natural.”

Nós, como boas curiosas, resolvemos partilhar esse trecho do livro sobre o começo e a origem da bebida. Se quiser ler o conteúdo na íntegra, clique aqui.

Curiosidades da história do café

Se formos apontar as curiosidades do café considerando sua trajetória, provavelmente, escreveríamos um livro, mas, como gostamos de fogo no parquinho, separamos algumas bem interessantes.

  • O hábito de tomar café surgiu a partir de 1450 entre os povos islâmicos. A teoria se liga ao fato da cultura árabe islâmica, diretamente relacionada à religião e ensinamentos presentes no alcorão, que condenava bebidas alcoólicas. (Bebida alcóolica 0 x 10 café, hahaha não tinha dúvidas)
  • Entre palácios e mesquitas requintadas, o primeiro estabelecimento de café no mundo, surgiu em 1475 nomeado como “Kiva han”, na capital de Constantinopla hoje conhecida como Turquia. (passada, chocada)
  • Entre altos e baixos, em 1511 o café foi interditado pelo governador de Meca proibindo o consumo da bebida entre mulçumanos chegando até a incinerar o estoque existente do grão, alegando tratar-se de uma bebida excitante condenada pelo alcorão. 
  • O cultivo sistemático do café partiu de colônias Holandesas em 1658, após eles plantarem mudas de Moka em Java no leste da Índia, origem da famosa mistura de grãos Moka Java.
  • A primeira máquina de expresso surgiu como um protótipo na França em 1822, entretanto, apenas em 1905 a máquina foi desenvolvida e comercializada pelos italianos.

P.S: Se você, caro leitor, souber de mais alguma curiosidade sobre tema, conte aqui nos comentários, adoramos saber coisas novas!

?c=30795&m=1959504&a=313537&r=&t=html

Espécies do grão

“Café é tudo igual.” Se você já ouviu alguém afirmando isso por aí, cuidado. É intriga da oposição.

Brincadeiras à parte, a afirmação procede meus caros, cafés não são todos iguais, assim como cerveja e vinhos não são! A espécie do grão pode variar em diversas opções, desenvolvendo produtos dos mais variados sabores, odores, coloração e textura.

Nascidas e criadas em Minas Gerais, estado brasileiro responsável por uma das maiores produções de café do mundo, não podíamos não citar sobre dois tipos famosos com produção em grande parte em Minas Gerais e apreciados ao redor de todo o mundo, os cafés da espécie Arábica e Robusta.

Assim como no Brasil, as espécies Arábica e Robusta predominam no quesito produção ao redor do mundo, através dessas espécies você poderá encontrar uma grande variedade de subespécies desenvolvidas por agricultores, como: o “’Typica” e o “Bourbon”.

A partir dessas variedades desenvolveram-se muitas linhagens e cultivares, como o Caturra (Brasil, Colômbia), o Mundo Novo (Brasil), o Tico (América Central), o San Ramon anão e o Blue Mountain jamaicano.

Para nós, meros apreciadores da bebida, podemos esperar com toda a certeza uma grande diversidade de sabores ao redor do mundo e claro, alguns tipos específicos de que são preferência da população em determinado país ou região.

O que nos leva ao próximo tópico, você sabe quais são os cafés queridinhos ao redor do mundo?!

Descubra algumas curiosidades e como pedir café em alguns países ao redor do mundo.

Grão de café - Bons Ventos me levam

Os principais tipos de café consumidos ao redor do mundo

Já pensou chegar em um país que definitivamente não é o seu e não saber como pedir sua bebida predileta?! Eu prefiro nem imaginar, definitivamente não funciono sem a minha dose de cafeína diária. A vantagem de estar em uma viagem na Europa, por exemplo, é que você poderá mergulhar na gastronomia e experimentar vários tipos de cafés populares no país de destino. 

Se você ficou curioso sobre quais são as preferências dos turistas ao redor do mundo, por diferentes tipos de receitas à base de café, aconselho a leitura do livro Global coffee tour. O livro é um guia ambulante com várias dicas de cafeterias, o que pedir em diversos países e até como pronunciar o pedido na língua local. 

Para munir vocês de informação e despertar a curiosidade, confira algumas dicas sobre café e disponibilizadas no livro, em 6 países ao redor do mundo.

Áustria 

Como pedir por café na língua local: “Ein Kaffee, bitte”

Estilo predominante: conhecido popularmente como “Melange”, esta é uma versão vienense de um cappuccino servido com leite e, às vezes, com chantilly.

O que pedir com o seu café: Uma fatia de “kuchen”, também conhecido como bolo.

Croácia 

Como pedir por café na língua local: “Mogu li dobiti kavu, molim vas?”

Estilo predominante: café Expresso forte 

O que pedir com o seu café: Uma dose de “rakija”, a aguardente local.

Dica do escritor do livro: Nunca divida a conta com um croata. A pessoa que fez o convite geralmente faz o pagamento. 

EUA

Como pedir por café na língua local: “I would like a ____ coffee, please” (preencha com detalhes ultra-específicos do pedido, ou seja, “meio café, sem espuma, leite de amêndoa”)

Estilo predominante: Um café para viagem ou um latte.

O que pedir com o seu café: Algo doce, como um biscoito caseiro ou cheesecake

Dica do escritor do livro: Não errar na sua gorjeta! Ao fazer o pedido no balcão de um café, nenhuma gorjeta é necessária se você estiver levando sua bebida para viagem; 

Booking.com

Holanda

Como pedir um café na língua local: “Mag ik een kop koffie alsjeblieft?”

Estilo predominante: Zwarte koffie (café preto) ou koffie verkeerd (um café com leite)

O que pedir com o seu café: Pão de banana, biscoitos e torta de maçã são os doces mais comuns que quase todos oferecem.

Dica do escritor do livro: Não acenda um baseado em um café, a menos que tenha certeza de que está em um onde você pode comprar e fumar maconha!!

café com torta de maçã - bvml

Itália

Como pedir um café na língua local: “Un caffè / macchiato / cappuccino / caffè latte por favore”.

Estilo predominante: Café Espresso

O que pedir com o seu café: Um copo d’água (durante o dia) ou um brioche de café da manhã (norte) ou cornetto (sul), que pode ser simples (vuota / vuoto) ou recheado com creme (crema), geléia (marmellata) , mel (miele) ou Nutella.

Alemanha

Como pedir um café na língua local: “Einen Kaffee, bitte”.

Estilo predominante: Latte macchiato ou café preto

O que pedir com o seu café: Depende muito da região. Em Berlim, eles servem alguns dos melhores cheesecake que você vai comer.

Dica do escritor do livro: Gorjeta, se for pagar em dinheiro, basta arredondar para o euro mais próximo.

Se algum dos países listados não faz parte do seu destino, o livro é uma boa opção para você. 😉

Portugal

Aqui em Portugal o café é quase o “Rei da Rua”. Tem cafeteria para poupançudos, para esbanjadores, para uma bebida rápida, para sentar e apreciar ou para um momento após a refeição. Hábito comum dos portugueses (e que eu já introduzi na minha vida). 

Por aqui, algumas marcas muito famosas como a Delta Café, são muito comuns tanto para o consumo dentro de casa, quanto para o consumo na rua e nos cafés. 

Também é conhecido como beber uma “bica” ou pode levar um cheirinho ( uma dose alcoólica para tornar a bebida mais ativa e atrativa). Olha bem este infográfico, dá até gosto!

Como pedir café em portugal - bvml
Fonte:Pois então, 2021.

Das histórias que leio e ouço, dizem que as cafeterias surgiram em Portugal no séc. XVIII como ambiente de interação cultural e literária. Como é o caso do “A Brasileira” no Chiado, onde nosso querido (e polêmico) Fernando Pessoa, demonstrava sua beleza e intelectualidade (aqueles óculos são um charme, fala a verdade?)

Eu ia explicar nas minhas palavras, mas essa informação do site da Delta está tão completos que eu não resiti e vou simplesmente citar, na íntegra mesmo: 

“O Martinho da Arcada, Café Tavares, Botequim Parras. Já no princípio do séc. XIX abriram os famosos cafés Marrare fundados por António Marrare, siciliano de origem, negociante de vinhos engarrafados, licores e café. Tal como era referido na altura “Lisboa era Chiado, o Chiado era o Marrare e o Marrare ditava a lei”. Com Júlio Castilho, Almeida Garrett, Alexandre Herculano, entre outros, estes cafés públicos foram autênticas academias de moda e de pensamento.” Site, Delta, Portugal.

No resumo da grande ópera, inteligência  e café, caminhavam juntos. 

Cafeteria a Brasileira - bvml

Hoje, há opções para todos os lados e algumas marcas portuguesas se destacam: Nicola, Tofa, Buondi, Torrié, Chave D`ouro e Sical.  Lembrando que, os cafezinhos tirados à máquina, nas pequenas chávenas, são os mais consumidos. 

Lista com dicas de cafeterias em Lisboa

Vou deixar aqui algumas dicas TOPs para você ir conhecer e beber um cafézão daqueles, bem especial, em Lisboa. 

Pronto! Tem dica para gregos e troianos. Gostou?

Café em Lisboa

Mais algumas dicas