10 dicas para economizar na hospedagem com Airbnb

Alugar uma casa pelo Airbnb tem sido nos últimos anos minha primeira opção de hospedagem. Posso citar inúmeros motivos pra isso. E eu tenho certeza que ganhar um desconto de 100 reais para a sua primeira estadia é um ótimo motivo pra você também. Vem que eu te mostro o caminho das pedras.

Alugar uma casa tem muito a ver com o estilo de viagem que gosto de fazer.

A experiência que você tem é a de viver, ainda que por alguns dias como um residente local, alguém da própria cidade. Você fica mais próximo da realidade do lugar, passa a ter “vizinhos”, vai ao supermercado (eu adoro ir a supermercados quando viajo), conhece lugares fora do eixo turístico.

Em algumas cidades, os bairros mais tradicionais não tem tanta oferta de hotéis, sendo muito mais fácil encontrar uma moradia pra alugar.

A segunda razão é a existência de oferta no mundo todo. Eu já usei o Airbnb em São Paulo, Floresta Negra, Amsterdam, Roma, Florença, Algarve.

A última experiência foi numa casa em Angra dos Reis, que aluguei com a família para passar a semana do Réveillon. Foi sensacional!

O terceiro motivo é o preço, claro. E aqui está a razão principal pela qual eu raramente fico em hostel.

Acreditem ou não, pra quem viaja acompanhado como eu, é fácil encontrar uma opção no Airbnb que saia mais barata do que uma cama em dormitório de hostel.

Já já explico.

Como funciona a reserva pelo Airbnb

Então vamos lá que eu te mostro como funciona.

A opção mais popular no Airbnb é a de alugar uma casa inteira. Pra quem está viajando em grupo, essa é uma excelente possibilidade de pagar uma tarifa muito barata. Isso porque você divide o valor total cobrado pela quantidade de pessoas que ficarão hospedadas.

No site do Airbnb você pode filtrar a busca pelo número de quartos e há uma grande oferta de casas grandes com muitos quartos. Então, cada um fica no seu quarto, com a sua privacidade, pagando bem menos do que se optasse por um hotel.

Mas o Airbnb também é ótimo para casais ou duplas. Existem apartamentos pequenos, conjugados ou com um quarto apenas, que possuem ótima relação custo benefício e pode sair mais barato que uma pousada ou hostel.

Além da possibilidade de alugar uma casa inteira somente para os hóspedes, o Airbnb também oferece a opção de aluguel de quarto privativo dentro da casa de alguém, que estará lá durante a sua estadia. É isso mesmo.

Na sua busca, você pode selecionar a opção “Quarto inteiro” ou “Quarto compartilhado”. Eu mesma já usei e valeu muito a pena.

E aqui está o motivo de quase nunca ficar ficado em hostel. Ao comparar o valor de uma cama em dormitório de hostel, o quarto pelo Airbnb acaba ficando o mesmo preço ou até mais barato.

Eu, pessoalmente, prefiro ficar num quarto exclusivo com meu marido (e muitas vezes o banheiro também é privado), do que dividir com outras pessoas, se o preço compensar. Não tenha medo. Normalmente as pessoas que oferecem essa modalidade de locação estão acostumadas a receber viajantes em casa e te tratarão super bem. Falo por experiência própria.

Além disso tudo, alugando uma casa pelo Airbnb, você ainda tem a possibilidade de cozinhar sua própria comida. Normalmente, as casas dispõem de cozinha completamente equipada.

Daí você pode ir ao supermercado e comprar os itens do seu café da manhã, por exemplo. Ou ainda cozinhar uma massa naquele dia que você chegou moído em casa de tanto passear e não consegue nem sair pra jantar. De quebra, você ainda economiza, pois não precisa comer fora todos os dias.

Eu particularmente nunca tive problemas utilizando o Airbnb e aqui vão algumas dicas para que a sua experiência seja sempre positiva.

Dicas para economizar

  • Sempre estabeleça um limite de valor na busca:

    Nã0 sei como o algoritmo do Airbnb é definido, mas se você deixar o valor máximo pré-definido, ele esconde as ofertas mais baratas. Se você alterar o valor e colocar um limite mais baixo, ele mostra outras opções que estavam “escondidas” dentro daquela faixa de preço;

  • Quando você faz a busca, abre-se um mapa com os valores e a localização dos imóveis:

    Se você deixar o mapa da forma padrão como aparece, ele também esconde outras ofertas. Se você quiser ver todas as opções de uma determinada área, dê zoom máximo no mapa.

  • Leia toda a descrição da oferta:

    Muitas vezes outras cobranças podem estar previstas no texto e se você não ler, pode ser pego de surpresa. Por exemplo, algumas cidades cobram taxa de turismo por dia de hospedagem e o locador não inclui isso no preço da locação. Deixa apenas um aviso na descrição do imóvel. Pode acontecer também de o locador cobrar uma taxa extra para determinados horários de check-in (se for muito cedo ou muito tarde).

  • Verifique as características do imóvel:

    Para saber se atendem a sua demanda (número de quartos, banheiros, cozinha). Com relação à localização, vale para a casa o mesmo que falei sobre a escolha de hotéis.

  • Dê uma olhada nas comodidades oferecidas:

Verifique se oferecem roupa de cama e banho, se tem wi-fi disponível, se tem elevador, ar condicionado/aquecedor.

  • Sempre escolha um local que tenha muitas avaliações positivas:

Eu diria pelo menos duas avaliações consistentes, detalhadas, que falem sobre a experiência da pessoa. Assim você terá uma ideia mais próxima sobre como é se hospedar naquela casa.

  • Leia também as possíveis avaliações referentes a outros imóveis do mesmo locador:

Clicando na foto dele, você tem acesso a todos os comentários que ele recebeu. Se ele tiver outros imóveis disponíveis no Airbnb, você conseguirá visualizar tudo.

  • Troque mensagens com o locador, tire todas as suas dúvidas com ele:

Mesmo que haja a possibilidade de reserva instantânea, mande mensagem antes. Assim você tem uma ideia da disponibilidade dele e vê como ele trata os possíveis hóspedes desde já. É importante que os locadores estejam disponíveis no momento da hospedagem ou deixem alguém responsável, para o caso de ocorrer um imprevisto qualquer.

Não esqueça de aproveitar o desconto de 100 reais na sua primeira estadia. Dependendo do local, sua hospedagem pode até sair de graça!

Aproveite cada minuto da sua viagem, porque passa rápido demais! 🙂

Conta pra mim, já alugou uma casa pelo Airbnb? Como foi?

Quer viajar mais? Cadastre-se aqui e não perca nenhuma dica:

 

AIRBNB 5

Mais algumas dicas