Feche os olhos e pense numa cidade pequena, com aquele típico ar europeu (clima ameno, organização, transporte que funciona), milhões de bicicletas passando por você a cada segundo (cuidado, você pode estar andando num ciclovia achando que é calçada), aquele solzinho de primavera batendo gostoso na pele.

Vem que vou te mostrar como Amsterdam é incrível!

Casinhas de tijolinhos e canais cortando a cidade toda, com pessoas passeando de barco pra lá e pra cá. Agora pense que você está indo visitar essa cidade e que essa será umas das viagens mais surpreendentes da sua vida. Pensou? 

Nós que somos apaixonados por viagem estamos sempre lendo e sonhando em conhecer mil lugares diferentes. Alguns lugares estão no topo da sua lista e outros vão subindo mais devagar.

Confesso que entre a maioria das capitais europeias, Amsterdam não me chamava muito a atenção. Mas de uma coisa eu tinha certeza: quando fosse a Amsterdam, queria conhecer o parque das tulipas (Keukenhof).

E pra isso, a viagem teria que ser na primavera. Foi então que surgiu um feriado no meu calendário do curso de alemão, bem no início de maio.

Eram 4 dias de folga e pelo que tinha lido, 4 dias seria suficiente pra conhecer a capital holandesa e fazer um bate e volta pra ver as lindas tulipas. E assim foi!

Então aqui vai meu roteiro de 4 dias em Amsterdam:

Dia 1 

Comece o dia com um maravilhoso café da manhã no Vlaamsch Broodhuys e delicie-se com os pães fresquinhos e o creme de chocolate de lá: simplesmente divino!

Depois desse comeco de dia perfeito, parta para o free walking tour e conheca todos os pontos principais da cidade, como o Begijnhof, o Red Light District e os canais. 

Acho difícil que você já esteja com fome, mas se quiser almocar, peça ao guia uma dica de um lugar bacana. Ele terá com certeza! Se estiver a fim de um fast food mais elaborado, recomendo o Burgermeester, com seus hambúrgueres divinos, que nada lembram o que você costuma comer no Mc Donalds.

Depois disso tudo, se vc ainda tiver pique, conheça o Red District Light à noite.

Mas antes aproveite pra passar no mercado Albert Heijn (você acha um em toda esquina) e abasteça a sua geladeira com itens para café da manhã e refeições dos próximos dias.

Encontre agora mesmo o seu hotel em Amsterdam!

Dia 2

Tome café da manhã em casa e corra para visitar um dos museus mais emocionantes que você já conheceu: casa de Anne Frank. Se você não leu o livro, leia antes Não precisa segurar as lágrimas, ninguém vai rir de você por causa disso.

Depois disso, parta para o passeio de barco! Compre seu ingresso aqui para evitar filas e embarque diretamente nessa delícia de passeio. Você vai conhecer Amsterdam de uma outra perspectiva e descansar um pouco as pernas.

Se estiver calor, aprecie a brisa refrescante que sopra dos canais.

O passeio de barco leva em torno de 1 hora. A essa altura, já deve ter batido aquele fominha.Excelente momento para conhecer o “Albert Cuyp Market”, um dos maiores mercados de rua da Europa.

Aproveite pra fazer uma boquinha e comer um Stroopwafel (Waflle) quentinho e fresquinho.

Continue desbravando as ruas do De Pijp, um bairro multiétnico, repleto de bares e cafés charmosos.

E é claro, a casa da cervejaria Heineken. Entre na vibe e curta o Heineken Experience. Compre seu ingresso com a gente e economize 2 euros!

Aproveite que já estará por perto e jante no Zaza’s, excelente restaurante contemporâneo com sabores que irão te surpreender (ainda sonho com aquele ravioli de abóbora manteiga).

Dia 3

 Dia de ver tulipas no parque Keukenhof. Prepare a mochila com lanche e “simbora”!

Ao contrário dos que muitos pensam, o parque não fica em Amsterdam, mas na cidade de Lisse, que fica a pouco mais de 40 km de distância.

Pra chegar até lá, pegue o trem na Central Station até Schiphol (o aeroporto). De lá, pegue o ônibus 858, que te deixará na cara do gol.
728x900-Amsterdam-Portugese

Recomendo o combo do ônibus + ingresso, que fica mais barato que comprar separadamente. Chegando lá, pegue o mapa, porque o parque é enorme.

Mergulhe naquela imensidão de tulipas de todos os tipos e cores, sinta o aroma da primavera no ar… ahh, que delícia! Foto, foto e mais foto. Você vai querer tirar de todas, eu tenho certeza.

Quando bater aquela fominha, pare num gramado, estenda a canga e coma sua frutinha ou sanduíche com tranquilidade. O parque ainda tem diversas barraquinhas de frutas e sucos espalhadas. E food trucks também!!

Depois que tiver visto tudo e se ainda tiver pique, saia do parque e alugue uma bike pra percorrer os campos de tulipas de verdade que ficam ao redor do parque. Vale muitíssimo a pena.

Terminado o passeio de bike, volte pra Amsterdam. Se estiver numa casa sem força pra mais nada, cozinhe aquela massa que você comprou no mercado, jante feliz da vida e descanse para o último dia da viagem!

Caso vá num período fora da primavera, recomendo o bate e volta a Zaanse Schans, a cidade dos moinhos. Eu nunca fiz, mas a Caroline Guelber, do blog Vícios de Viagem foi lá conferir e adorou!

Dia 4

Uma ótima forma de começar bem o dia é tomando um café da manhã no Gartine. Com todos os ingredientes colhidos diretamente do jardim, você vai sentir todo o frescor de tudo o que é servido ali.

Infelizmente não consegui ir no café da manhã, mas garanti minha presença no chá da tarde. Com um ambiente vintage, loucas de porcelana e talheres de prata, me senti num verdadeiro chá da Alice. Simplesmente divino. Mas faça a reserva com bastante antecedência. O lugar é pequeno e mega concorrido.

Depois do café, vá curtir sua última atração cultural da viagem: as obras de um dos meus artistas preferidos no  Museu Van Gogh. Garanta logo seu ingresso e fuja das filas!

Obra “A sesta” de Vincent Van Gogh

Pra um almoço rápido e certeiro, as deliciosas batatas inglesas do Jacketz Oud West são uma ótima pedida.

Encontre agora mesmo o seu hotel em Amsterdam!

Por último, olhe no seu roteiro e veja se ficou faltando algo que não tenha conseguido fazer e aproveite as últimas horas da viagem!

E você, o que faria se pudesse passar quatro dias em Amsterdam??

*Ao reservar com um parceiro através dos nossos links recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter sempre atualizado com novas dicas de viagem. Obrigada! =)

Quer viajar mais? Cadastre-se aqui e não perca nenhuma dica: