Pra você que morre de vontade de explorar Portugal, mas acha que sem carro fica difícil, preparamos esse especial pra você: Portugal de Norte a Sul em 15 dias.

Sim, Portugal é um país relativamente pequeno e fácil de explorar. Se considerarmos a qualidade dos meios de transporte então, é um destino imbatível pra se conhecer na Europa. É possível cruzar o país inteiro seja de carro, trem ou ônibus.

Quanto tempo de viagem?

O quanto você irá conseguir explorar, vai depender do tempo que tem disponível. Eu sou adepta do “quanto mais tempo melhor”. Mas como sei que nem todo mundo dispõe do tempo que gostaria, vamos fazer um meio termo aqui. 15 dias é um período bom de viagem e dá pra conhecer bastante o país.

Bases

Quando a gente viaja sem carro, o ideal é que as bases principais da viagem sejam cidades grandes, com boa disponibilidade de transporte público. Isso irá, sem sombra de dúvida, facilitar a sua locomoção.

Portanto, eu escolheria uma cidade ao norte, uma ao centro e outra ao sul.

E quando se fala em norte de Portugal, a primeira cidade grande que me vem à mente é Porto. Com o Rio Douro aos seus pés, não existe cidade mais charmosa pra escolher como base pra explorar a região.

Chegando mais pro centro-sul do mapa, pode até parecer clichê, mas Lisboa é um clássico. Juro, não consigo vislumbrar melhor opção do que a capital portuguesa, com seus museus, bondes e aquela comida que só de lembrar a boca enche d’água.

Já no sul, pra você que curte uma praia, a região do Algarve definitivamente merece entrar pra sua lista. Com as praias mais lindas da região, Lagos funciona perfeitamente como base para conhecer melhor esta parte do país.

Quantos dias em cada base?

Bom, isso vai depender do seu gosto, mas a minha sugestão é que divida os 15 dias igualmente entre cada base. Assim seriam 5 dias no norte, 5 no centro e 5 no sul. Mas você pode adaptar pra que isso se encaixe da melhor forma nos seus planos.

Bate e volta a partir de Porto

Considerando 5 dias em Porto, eu recomendo 3 dias para conhecer a cidade em si. No outros dois dias faca um bate e volta às cidades de Braga (55 km) e Guimarães (53 km).

Guimarães 

para chegar até lá, basta pegar um trem urbano na estacao de Sao Bento. O bilhete custa 6,30 euros ida e volta (preço de julho/2017) e a viagem dura cerca de 1h15min. A estação de trem em Guimarães não fica ao lado do centro histórico da cidade, mas é perto e dá pra  ir a pé sem problema.

Braga 

chega-se a Braga da mesma forma que se chega em Guimarães. Pegue um trem urbano na estação São Bento. O bilhete também custa 6,30 euros ida e volta (preco de julho/2017) e a viagem dura mais ou menos 1h10min.

A estação fica bem ao lado do centro histórico, pode ir sem medo.

De Porto a Lisboa

Finalizada a primeira etapa ao norte, é hora de levantar voo novamente e rumar para Lisboa.

Da estação Campanhã, em Porto, partem os trens (ou comboios) para Lisboa. Os bilhetes começam a ser vendidos com dois meses de antecedência, pelo site da Comboios de Portugal. E comprando antes é possível conseguir um descontão de até 65% no preço do bilhete, que começa a ser vendido pelo preço de 9,50 euros. Quanto mais próximo da viagem você comprar, mais caro irá pagar. Os preços chegam a passar dos 30 euros se comprar muito em cima da hora.

Ao consultar o valor da passagem, insira “Porto –  Campanhã” no campo “Origem”. Como destino, insira “Lisboa – Santa Apolônia” ou “Lisboa – Oriente”.

A escolha final vai depender do seu local de hospedagem na cidade, mas o preço será o mesmo, não se preocupe.  E as duas possuem conexão com o metrô.

Para saber se o preço está com desconto ou não, quando for consultar o valor da passagem, verifique se há a coluna “Promoção 1a/2a”. Os preços da esquerda se referem à primeira classe e os da direita, à segunda.

Caso não haja a coluna “Promoção” na sua pesquisa, significa que irá pagar o valor cheio da tarifa, que também pode variar de acordo com o tempo da viagem e o horário de partida do trem.

Existem dois trens que fazem esse trajeto: o intercidades e o alfapendular. Este último é mais rápido e confortável. Ainda tem wifi gratuito. Portando, se puder, escolha o alfapendular.

O tempo de viagem de Porto a Lisboa varia de 2h35min a 3 horas.

Lisboa

Embora algumas pessoas digam que um dia é suficiente para conhecer Lisboa, acho um verdadeiro pecado passar tão rápido  pela capital portuguesa. Se eu fosse você, reservaria no mínimo dois dias inteiros. Três dias seriam o ideal. E a partir daí, existe uma série de day trips que você pode fazer de transporte público.

Bate e voltas a partir de Lisboa

Bate volta de Lisboa? Ui, a lista é enorme. Então selecionei apenas 4 cidades, separadas por tema e pelo estilo da visita.

A primeira é literalmente um bate volta que dá para fazer a pé de Lisboa – para corajosos.

Cascais ( Aproximadamente 30Km)

É considerada uma região mais nobre da grande Lisboa e está sempre cheia de turistas. No verão então é um Deus nos acuda para estacionar, sentar para comer, encontrar um pedacinho de areia para estender a toalha e respirar o mesmo ar. Mas as praias da região valem muito a pena. O mar é na maioria das vezes calmo, há redes para jogar vôlei e as vezes algumas animações.

Os restaurantes da região também valem a pena. Não todos é claro! Atenção que há muitas localidades engana turista com dinheiro ( principalmente estrangeiros). Mas a média de preços vai dos 15 aos 25, 30 euros por pessoa para almoço ou jantar. O comboio da linha de Cascais  vai do Cais de Sodré, dura mais ou menos 40 minutos e te deixa adivinha aonde? Em Cascais. A última estação!

Sintra ( Aproximadamnte 30 Km)

Sintra é linda de morrer!!!!! Só tenho isso a dizer! Fica para os lados de Cascais também, só que mais ao norte.

Dá para fazer um bate e volta? Dá. Mas eu recomendaria um final de semana em Sintra. Principalmente se for em casal. O clima bucólico e romântico é divinal. Mas até as crianças, acredito que se apaixonam pelo Palácio da Pena e pelo clima da cidade.

Eu recomendaria ir e carro, estacionar em algum ponto na entrada da cidade e depois caminhar a pé. Até porque ficar subindo e descendo ladeira com uma infinidade de turistas atravessando na sua frente e mais uma infinidade de carros, não é propriamente um turismo divertido para mim.

Se a ideia for ir de Comboio, existe a linha de Sintra que inclusive costuma ter promoções. Consulte o site da CP.

Palácios, castelos, costumes, arte, jardins e imersão na história de Portugal? Não deixe de ir a Sintra.

Coimbra ( 215 Km)

A cidade dos estudantes, das festas, do Rio Mondego e da Biblioteca Joanina. A viagem é um pouco mais longa, mas vá cedo e volte tarde. Garanto que não vai se arrepender.

A cidade tem um charme próprio, do amor de Pedro e Inês, dos traços mais antigos da Universidade de Coimbra ( Onde a Sabrina do Blog teve o prazer de estudar e conhecer) e tem também excelentes restaurantes.

Como o Praxis, que produz cerveja artesanal e servem excelentes pratos e o restaurante Passaporte ( Localizado na antiga casa da moeda de Coimbra) que tem uma vista deslumbrante do rio.

Para aproveitar melhor o dia eu recomendo que vá de carro, mais ou menos 2 horinhas  pela auto estrada e estamos lá. Se não puder, vá de Comboio, 2 horas de viagem a partir da estação de Santa Apolônia ou faça conta de 2:30h pela Rede nacional expresso.

Fátima (130Km)

A região de Fátima fica mais ao centro e Portugal, próxima a região da Batalha, Leiria, Ourém e da Serra de Aire e Candeeiros. Fátima em si, a cidade ao meu ver, não tem grandes atrações a não ser religiosas.

O Santuário de Fátima é conhecido em todo mundo e a pouco tempo o Papa passou por lá. Foi uma loucura! Mas se você não é muito ligado a religião, não sei se é exatamente o bate e volta dos seus sonhos. Aproveite a zona e vá ao Ecoparque sensorial pia do Urso, ao Mosteiro da Batalha e ao Castelo de Ourém, incluindo a vila que cerca o castelo.

De Lisboa ao Algarve

Essa é pra quem gosta de mar e quer conhecer as praias paradisíacas do Algarve. Depois de tanta caminhada pelas ruas e monumentos históricos portugueses, se estiver viajando no verão, vale a pena esticar a viagem até o sul e descansar as pernas enquanto contempla a paisagem.

Existem várias cidades no Algarve com ótima estrutura para que você estabeleca sua base. Procure por Lagos, Albufeira e Faro. Esta última conta até mesmo com aeroporto.

Dentre as três citadas, a minha eleita foi Lagos, onde ficam as praias mais lindas da região, como a praia da Dona Ana e a praia do Camilo.

A partir de Lisboa é possível chegar a Lagos tanto de trem (comboio), quanto de ônibus, pela Rede Expresso.

De ônibus, que foi o que eu fiz, o valor da passagem custa 19 euros. Para comprar o bilhete, entre no site da Rede Expresso, escolha como origem “Lisboa Sete Rios ” e destino “Lagos”. Também é possível escolher “Lisboa – Oriente” como origem. Mas o oferta de ônibus saindo da rodoviária de Sete Rios é maior e o tempo de viagem é menor. O preço é o mesmo pra ambas.

Se preferir ir de trem, compre o bilhete com antecedência, pois ficará mais barato. Entre no site da Comboios de Portugal e escolha como origem “Lisboa – Entrecampos” ou “Lisboa – Sete Rios”. Se comprar com antecedência, o bilhete pode sair por 11,60 euros, mas se for comprar no dia da viagem chega a custar um pouco mais de 30 euros.

O tempo de viagem é parecido com o do ônibus, mas não tem trem direto pra Lagos. Em algum momento do trajeto, você terá que trocar de trem. Fique atento a isso no momento da compra e imprima seu plano de viagem antes pra não ficar perdido.

Chegando em Lagos, o centro fica bem pertinho da rodoviária e da estação de trem. Dependendo da localização da sua hospedagem, dá pra ir a pé tranquilamente. Mas há ônibus também e os táxis são super baratos. Acredito que sua tarifa não vá passar dos 10 euros. Se estiver com um grupo, pode valer a pena. Informe-se antes pra não ter dor de cabeça.

A minha sugestão é que você curta o restante da sua viagem na cidade que escolher se hospedar.

Visite uma praia por dia e seja feliz!

Quer viajar mais? Cadastre-se aqui e não perca nenhuma dica: